20.7.06

BOAS VINDAS

OBRIGADO PELA SUA VINDA AO BLOG DA COMPANHIA DE CAÇADORES 2677, QUE SERVIU EM ANGOLA DE 5 DE ABRIL DE 1970 A 25 DE ABRIL DE 1972. DESEJAMOS QUE GOSTE DE O PERCORRER E PEDIMOS-LHE QUE DEIXE A SUA OPINIÃO OU COMENTÁRIO.

GUIÃO DO BII17, GUIÃO E EMBLEMA DA COMPANHIA

GUIÃO DO BATALHÃO INDEPENDENTE DE INFANTARIA 17 (BII 17), EM ANGRA DO HEROÍSMO, NOSSA UNIDADE MOBILIZADORA





GUIÃO ATRIBUÍDO À COMPANHIA 2677  PELO BII17



GALHARDETE DA COMPANHIA 2677 E O SEU EMBLEMA.
.












AMBOS FORAM IDEALIZADOS PELO "FURRIEL" ALVÉLOS. O GALHARDETE TEM A BORDADURA IGUAL AO GUIÃO DO BII17, POR SER A UNIDADE MOBILIZADORA. O EMBLEMA TEM COMO SÍMBOLOS O CASTELO (DO BII17), A CRUZ DE CRISTO POR SERMOS PORTUGUESES, A ESPINGARDA REPRESENTANDO A NOSSA G3, O PUNHAL SÍMBOLO DE BRAVURA, OS LOUROS SÍMBOLO DOS VITORIOSOS E O NOSSO LEMA "ESFORÇO E VITÓRIA". MAIS TARDE O "FURRIEL" ALCEU RODRIGUES FEZ O ESBOÇO DO EMBLEMA EM PAPEL VEGETAL PARA O APLICAR COMO MARCA DE ÁGUA NOS IMPRESSOS DE LOUVOR DA COMPANHIA.



O EMBLEMA DA COMPANHIA E O GUIÃO EM TERRAS DE ANGOLA
Elementos compilados pelo ex-Furriel  Alceu de Jesus Rodrigues

O Emblema da Companhia, mais conhecido, na gíria militar,  por "Crachá", assim como a envolvente a que se habituou chamar de Guião, ficou em todos os locais por onde passámos, como era habitual em todas as Unidades.
Estes emblemas ficavam colocados numa base que, normalmente, servia também de apoio ao mastro onde era içada, todos os dias, a Bandeira Nacional, com as honras protocolares.
Como se disse, o Emblema foi idealizado pelo ex-Furriel Joaquim Alvélos, mas no terreno, a construção das placas/guião foram concebidas e construídas pelo ex-Furriel Alceu Rodrigues.
A parte central dos Guiões que continha o nosso Emblema, porque era muito difícil de desenhar na estrutura a construir, foi decidido fazê-lo em azulejo, o que, julgo, se conseguiu obter em Luanda.

NO LUQUEMBO:
O nosso guião foi construído após a nossa ida para Sautar e quando foi possível adquirir os azulejos com o desenho do emblema.
O conjunto ficou numa base já existente do antecedente e construída, julga-se que, pela Companhia de Artilharia que fomos render em 7 de Abril de 1970.
As outras placas são referentes a:
A de cima, à Companhia de Artilharia que nós fomos render
A do lado, ao Batalhão de Artilharia 2883, com a divisa o ESTILHAÇO, - Set1970 a Set1971
O ex- Furriel Alceu Rodrigues a pintar as datas de chegada e partida da Companhia (7 de Abril a Setembro de 1970). Ao seu lado está o ex-soldado Borges Toste, pedreiro de profissão


EM SAUTAR:
No quartel velho, para onde foi destacado, de início, o 4º Pelotão da Companhia, havia uma base com os guiões das subunidades que por ali passaram.

BASE DE GUIÕES NO QUARTEL VELHO, EM SAUTAR
Após a transferência da totalidade da Companhia  para aquele local e depois da construção do Quartel novo com edifícios MC,  foi construída a base Guião/Bandeira.
Foi executado em betão armado e cofrado in-situ. O Brasão tem as dimensões de 60X60 e foi colocado junto ao mastro da Bandeira Nacional. Foi implantado sobre sapata circular com aproximadamente 1,50m de diâmetro. A parte central - o emblema da Companhia - é em azulejo. 
Em cada canto consta BII17 e espingardas em cruz, pintadas a amarelo em cimento e alto-relevo. Os triângulos encarnados e preto simbolizam o Brasão do Estandarte do BII17, nossa Unidade Mobilizadora, na ilha Terceira nos Açores.
Este modelo distingue-se dos restantes por ter cinco extremidades alongadas e esbeltas implantadas nas faces laterais da placa original. Estas extremidades, com comprimentos diferentes, dispostas e pintadas em forma de rosa-dos-ventos, para além de aumentarem a volumetria do Brasão, tornando-o mais notável, representavam, simbolicamente, o raio de acção do patrulhamento da Companhia, sendo que cada uma indicava a localização e distância relativa ao quartel das povoações importantes na área de acção da Companhia.
A estética do Brasão foi aprimorada através da execução de rebordos nas extremidades e pelo alto-relevo das inscrições.
A unificação com o mastro da bandeira foi materializada através da construção de uma série de muretes brancos, dispostos segundo linhas paralelas e concorrentes, interligando as sapatas circulares e retangulares das suas estruturas, criando desta forma uma ilha única sobre elevada que depois foi preenchida com vegetação.

Repare-se que a espessura dos braços é menor que a do brasão para o tornar mais esbelto.
A parte pintada a branco de cada braço tem mais um centímetro do que o pintado a preto









A sapata com o Brasão e o mastro da Bandeira ficou em frente ao edifício de Comando

FORMATURA DIÁRIA E IÇAR DA BANDEIRA


 EM BESSA MONTEIRO:
O Brasão foi construído, também em betão armado, e colocado ao lado de brasões já existentes de outras Unidades, num morro de pedra a isso destinado.
AO LADO DO EMBLEMA ESTÃO DUAS PLACAS: UMA, À ESQUERDA, COM A INSCRIÇÃO” DERAM A VIDA, REFERINDO OS DOS DOIS MILITARES FALECIDOS - SOLD COND. ROSENDO E SOLD ATIR. MEDEIROS”. A OUTRA, À DIREITA, COM O PERÍODO DE ESTADIA EM BESSA - 15-SET-1971 A 15-ABR-1972


Podem visualizar-se os outros brasões construídos.
Do lado esquerdo pertence ao BCaç 194,
com o lema: RUMO À PAZ JUNTOS NA GUERRA.
Contem o nome de 11 militares falecidos

ALGUNS DADOS DA COMPANHIA

A nossa Companhia era independente e foi constituída, no 2º semestre de 1969, no Batalhão de Infantaria Independente 17 (BII 17), sediado em Angra do Heroísmo, na Terceira – Açores, simultaneamente com as Companhias de Caçadores, Independentes, 2674, 2675 e 2676, passando a ser o BII 17 a Unidade Mobilizadora destas Companhias.

Os Comandantes das outras Companhias eram:
- CCaç 2674 - Capitão Miliciano João da Silva Santos
- CCaç 2675 - Capitão Miliciano Raul Manuel Mendes Barros Leite, substituído em Angola, em Novembro de 1970, pelo Capitão Miliciano Bernardino A. L. Cabrita
- CCaç 2676 - Capitão do QP António Alves Martins

Em 14 de Julho de 1969 houve a incorporação para a 3ª Escola de Recrutas de 1969 (3ª ER/69) - OS nº 164 de 14Jul69 do BII17.

Em 13 de Setembro de 1969 teve lugar o Juramento de Bandeira e terminou a Instrução Básica (IB) da 3ª ER/69 - OS nº 216 de 13Set69 do BII17. A cerimónia do Juramento de Bandeira, presidida pelo Comandante do Comando Territorial Independente dos Açores (CTI Açores), foi precedida de missa celebrada pelo Sr. Patriarca das Índias Orientais, D. José Vieira Alvernaz acolitado pelos padres José M. das Neves e J. Andrade  bem como pelo Capelão-militar da Unidade, Reverendo Júlio Pereira (Diário Insular de 14Set69). Houve depois o discurso do Comandante da Unidade, TCor Orlando da Silva Andrade, o Aspirante António Estácio fez a alocução habitual nesta cerimónia. (conforme consta nas histórias do Estácio, informação do José Eduardo Martins e notícia do Jornal do BII17 "O Castelo" nº49 de 1.10.1969), após o que houve o juramento propriamente dito, seguindo-se o desfile das forças em parada.

FORÇAS EM PARADA


DESFILE
DESFILE


ALF ESTÁCIO A PROFERIR A ALOCUÇÃO

Em 15 de Setembro de 1969 teve início a Instrução da Especialidade (IE) da 3ª ER/69 - OS nº 216 de 13Set69 do BII17. Na mesma data teve início a Escola de Cabos.

Esta instrução da Especialidade já foi com os Comandantes da Companhia e Graduados que iriam nessas Companhias para o Ultramar.

Em 25 de Outubro de 1969 terminou a Instrução da Especialidade (IE) da 3ª ER/69 - OS nº 256 de 30Out69 do BII17.

Em 1 de Novembro de 1969 constituíram-se as Companhias 2674, 2675, 2676 e 2677 - OS nº 258 de 3Nov69 do BII17

Em 11 de Setembro de 1969 chegou ao BII 17 o Comandante da futura CCaç 2677, Capitão Helder Fernando Vagos Lourenço, juntamente com o Comandante da futura CCaç 2676.

O jornal Diário Insular dos dias  10 e de 14 de Setembro de 1969 referiu o programa e a cerimónia do Juramento de Bandeira ocorrida em 13Set69.

Segundo o Jornal A União de 13 de Novembro de 1969, os Comandantes das quatro Companhias visitaram o Movimento Nacional Feminino na sua Sede em Angra onde receberam 8000 aerogramas, 4 bolas de basquetebol e 4 bolas de futebol

Depois de terem tido umas curtas férias, em Novembro de 1969, em datas diversas, o pessoal embarcou para o Continente nos navios Angra do Heroísmo e Carvalho Araújo, para completar a Companhia com os especialistas e iniciar a Instrução de Aperfeiçoamento Operacional (IAO).
 
NAVIO ANGRA DO HEROÍSMO

NAVIO CARVALHO ARAÚJO

Chegados ao Continente em Novembro de 1969, ficámos aquartelados no Regimento de Infantaria nº15 (RI 15), em Tomar (Quartel Novo) para iniciarmos o IAO, fase da instrução onde se juntavam os especialistas e, onde, em ambiente similar ao do Ultramar, se procuravam criar situações e treinar procedimentos que nos capacitassem a enfrentar o que viéssemos a encontrar, por exemplo, saltar de helicóptero, efetuar acampamentos em deslocamentos, ações noturnas em zonas de mata, etc. Recebíamos o camuflado e éramos vacinados.

Esta fase da instrução, que terminou a 22 de Dezembro, culminava no embarque para o Ultramar que estando previsto para 5 de Janeiro de 1970 não se chegou a concretizar. Porque estava a chegar novo contingente de tropas ao Regimento e não havendo alojamentos, o Pessoal foi transferido para o Quartel Velho do RI 15 constituído por equipamento muito degradado. As fortes chuvadas que se fizeram sentir próximo do Natal, inundaram as instalações, ficando tudo alagado e a boiar as caixas de roupa, em madeira, do Pessoal, pelo que face à indignidade das condições fomos transferidos para o Campo Militar de Santa Margarida (CIM), onde continuámos a fazer ao que denominavam a 2ª parte do IAO até à data de embarque. 

No dia 21 de Janeiro pelas 10H30 teve lugar a entrega dos Guiões às Companhias (2674, 2675, 2676, 2677 e 2678). A cerimónia realizou-se frente à capela do Campo Militar, antecedida de missa celebrada pelo Ordinário Castrense, D. António dos Reis Rodrigues, seguindo-se o desfile.


Em 26Mar70 o pessoal foi embarcado num comboio no cais da CP de Sta Margarida da Coutada tendo desembarcado no cais da Rocha Conde de Óbidos, Alcântara, em Lisboa e aqui, após despedidas das famílias e as formaturas habituais, embarcou no navio NRP “Pátria” com destino a Angola. O navio deixou o cais às 12h25, tendo chegado a Luanda a 5 de Abril.

Em Luanda, enquanto os militares desembarcavam do navio Pátria, já à noite, os Comandantes de Companhia reuniam-se com representantes do QG/ZMA, numa sala do navio, para sortear os destinos de cada uma das Companhias.

Fomos transportados de comboio para o Campo Militar do Grafanil, onde, numa noite invernosa recebemos material, equipamento e ordens de marcha. 

Na madrugada de dia 6, por volta das 6 da manhã avançou para o Luquembo o que se designa por uma Secção de Quarteis, constituída pelo 2º Pelotão e algumas Praças especialistas nos quais se encontravam o 1º Cabo Reab Mat Pereira Coelho, uma Praça de Transmissões e um Cabo auxiliar Enfermeiro. Embarcaram no aeroporto de Luanda no avião Noratlas, conhecido por barriga de ginguba, com destino ao aeroporto de Malanje. Aqui foram embarcados em camiões civis e transportados sob escolta do pessoal da CArt 2337 (BCaç 2859), Companhia que íamos render no Luquembo.

AVIÃO NORATLAS

Ainda em Luanda, a restante Companhia embarcou em viaturas civis que constituíam o MVL, ficando nas mãos dos motoristas a nossa chegada ao destino!!! Depois de passar pelo Dondo, Salazar (agora N’Dalatando) e Malanje, aqui fizemos um alto a fim de receber instruções do Comandante de Batalhão de Caçadores 2859 (BCaç2859) responsável pela ZMN/Sector Malanje, onde a Companhia atuará em reforço, sendo-lhe atribuído o Subsector Luquembo.
 
Em 7Abr70 a restante Companhia chegou ao Luquembo (marca à esquerda, em baixo, no mapa), onde estacionou o Comando e os 1º, 2º e 3ºGC, tendo o 4º Pelotão/GC mais os especialistas necessários seguido, ainda nessa noite, para Sautar, como Destacamento (marca à direita, em baixo no mapa).

MAPA DE ANGOLA


Este Batalhão tinha as outras Companhias sedeadas em: CCaç 2458-Forte República; CCaç 2459-Nova Gaia, CCaç 2460-Marimba.
Tínhamos, em reforço, o Grupo de GE 206 (30 homens combatentes, voluntários de etnia local, armados com espingarda Mauser 7,9, suportados pelo Exército através da unidade estacionada em Sautar). Estes Grupos Especiais de tropas irregulares reforçavam Subunidades tipo Companhia e foram constituídos em Julho de 1969 e extintos em Abril de 1974.

CONCENTRAÇÃO EM SAUTAR
Em 5Set70 a Companhia concentrou-se em Sautar, em consequência da reorganização do dispositivo operacional na Região Militar de Angola (RMA), passando a atuar em reforço do BArt 2883 que entretanto estaciona o seu Comando e CCS nas instalações deixadas no Luquembo e passa a ter à sua responsabilidade o Subsector Luquembo da ZML/Sector do Bié. Este Batalhão veio de Bessa Monteiro (ver a sua história em http://bart2883.blogspot.com/2009/09/historia-do-batalhao_1398.html).

Em 26Set70, pelas 19H30, a Companhia sofreu um ataque em Sautar, tendo o inimigo aproveitado a circunstância de, antes da mudança, não terem sido construídas instalações para alojar o pessoal e arrecadar o equipamento, o que só veio a acontecer muito mais tarde. Houve necessidade, entretanto, de aproveitar algumas construções tapando-as com adobes (massa de barro com capim secos ao sol) e ocupar algumas instalações civis. Mais tarde construiu-se um quartel novo utilizando chapas próprias para o efeito (tipo MC). 

DESLOCAÇÃO PARA BESSA MONTEIRO (agora Kindeje), ao fim de 18 meses de comissão
Com a reestruturação do dispositivo operacional, em Angola, já mencionado, a Área Militar nº 1 (AM1) recebeu as regiões de Bessa Monteiro e Toto. Assim, Bessa Monteiro que era ocupada por um Batalhão, passou a ser por uma Companhia.
- Em 15Set71, fomos rendidos pela CArt 3402, em Sautar, tendo o 1º escalão da Companhia marchado para Bessa Monteiro (Kindeje), via Luanda (marca em cima no mapa).
- Em 22Set71, marchou o 2º escalão para Bessa Monteiro (Kindeje).
A nossa Companhia substituiu a Cart 2561 (BArt 2883), em Bessa Monteiro (Kindeje), passando a actuar na AM1, ficando em reforço ao BCaç 2910 sedeado no Toto, que, em Outubro de 1971, foi substituído pelo BCaç 3855.
- Em 23Out71, em Bessa Monteiro, fomos reforçados com dois Pelotões, comandados pelos Alferes António Augusto Ramos Novo e Augusto Magalhães Santos da CCaç 3437 pertencentes ao BCaç 3855, com sede no Toto (ZMN/AM1). 

FINAL DA COMISSÃO:
- Em 14Abr72, a CArt 3516 que iria render a nossa Companhia, chegou a Bessa Monteiro. Assim, o 1º escalão da CCaç 2677 marchou de Bessa Monteiro para Luanda (C.M. do Grafanil), ficando a aguardar embarque;
- Em 17 Abr72 marchou para Luanda, por via aérea, o Comandante de Companhia, 1º Sargento Catarino (Mat de Guerra) e Furriel Mecânico Gonçalves, afim de tratar da quitação da Companhia;
-  Em 20Abr72 o 2º escalão da Companhia marchou de Bessa Monteiro para Luanda (C.M.do Grafanil) ficando também a aguardar embarque;
- Em 25Abr72 o pessoal embarcou nos Transportes Aéreos Militares (TAM) de regresso à “Metrópole”. 
- Em 8Maio72 regressou à "Metrópole" o Comandante de Companhia e os elementos que com ele ficaram a fazer a “quitação” da Companhia.

OUTRAS INFORMAÇÕES CURIOSAS:
- Em Luquembo e Sautar íamos fazer o Reabastecimento a Malange. Tínhamos um reabastecimento aéreo de frescos, que também transportava o correio, uma vez por semana, com uma avioneta pilotada pelo piloto Ribeiro.
- Pertencia à nossa zona de acção a área de Capunda, reserva da Palanca Negra.
- Em Sautar havia dois comerciantes civis o Arlindo (branco) e o Mário (mulato).
- Em 05Set70 o Comando do BArt 2883, que estava em Bessa Monteiro, instalou-se no Luquembo, assumindo a responsabilidade do Subsector do Luquembo, ficando integrado no Sector do Bié, na Zona Militar Leste, com o seguinte dispositivo:
*CMD e CCS/BArt 2883 - Luquembo
*CCaç 202 - Luando e Mussele
*CCaç 2455 - Nova Gaia e Quitapa
*CCaç 2677 - Sautar
Em Setembro de 1971 o BArt 2883 foi substituído pelo BArt 3853, com o seguinte dispositivo:
*CMD e CCS/BArt 3853 - Luquembo
*CArt 3401 - Luando
*CArt 3402 - Sautar
*CArt 3403 - Nova Gaia

- Em 01Out70, decorrente do ataque havido em Sautar, realizou-se, nesta localidade, uma reunião com as entidades civis, estando presentes o Comandante da ZML Brigadeiro Bettencout Rodrigues, o Governador de Distrito de Malange, o Chefe do Estado-Maior da RMAngola - Coronel Altino de Magalhães, o Comandante do Batalhão de Artilharia 2883 - Ten Coronel José Francisco Soares, o Oficial de Operações do Sector do Bié, o Comandante da PSP de Malange, o Administrador de Sautar e o Inspector da DGS.
- Em 25Mai71 uma equipa da JAE/Silva Porto iniciou os trabalhos de construção, a título definitivo, da ponte sobre o Rio Cussique, prevendo-se a duração de 45 dias;
- Em 13Jul71 uma brigada da JAE/Bié chegou ao Rio Cussique para proceder à reparação dos acessos;
- Em 07Ago71 os GE206 procederam à construção do seu Aquartelamento e lavras em Sautar, com casa de tijolo e telhado de zinco.
- Em Bessa Monteiro fomos estacionar numa área que já era ocupada por uma Companhia. Anteriormente a Unidade instalada era de efectivo Batalhão (último o BArt 2883). Este tinha um Destacamento em Baca, de efectivo Companhia, que fora desactivado. A última Subunidade foi a CArt 2559 (BArt 2883). Naquele local, em anos anteriores, passara por lá o  Ten Coronel António Spínola.
- Íamos a Ambrizete fazer o reabastecimento, passando pelas curvas do "afamado Pedro". Pernoitava-se na pensão da "Madrinha" e refrescávamos as "goelas" no "Brinca na Areia".


PENSÃO DA MADRINHA


QUEM ÉRAMOS


OFICIAIS
Capitão 06835863 Helder Fernando Vagos Lourenço - 
Exército - QP - Cmdt da Companhia
Alferes 05559369 José Manuel Enes Castanho Fortes – Atirador - Op Especiais - Cmdt do 1º Pelotão (seguiu a carreira militar atingindo o Posto de Coronel do Exército)
Alferes 13623369 José Manuel de Oliveira Pacheco - 
Atirador - Cmdt do 2º Pelotão
Alferes 19358969 António Júlio Emerenciano Estácio - 
Atirador - Cmdt do 3º Pelotão
Alferes 07785067 Rui Rodrigues Olim Marote - Atirador - Minas e Armadilhas - Cmdt do 4º Pelotão
Alferes 14825268 Firmo Manuel Baptista Jorge - Atirador (Adido)*
Alferes Médico António Manuel Bacelar Antunes, pertencente a Nova Gaia que prestava assistência à nossa Companhia no Luquembo
Alferes Médico Rui Manuel Monteiro dos Santos, médico do Batalhão que nos apoiava em Sautar
Alferes Médico Varão Nolasco Dias, médico do Batalhão que nos apoiava em Sautar
Alferes Médico António Sousa Maia Gonçalves, médico do Batalhão que nos apoiava em Sautar
Alferes Médico Luís Alvim Serra, médico do Batalhão que nos apoiava em Bessa Monteiro
Alferes Médico José André Avelino Bambino Lopes, médico do Batalhão que nos apoiava em Bessa Monteiro

SARGENTOS
1ºSargento 51675211 Victor Gomes - QSSGE – Exército – QP - Adjunto da Companhia -
não terminou a comissão com a Companhia, por motivos de saúde (faleceu em 18Mar1975)
2ºSargento 51789111 António da Cruz Salgueiro Cardoso - Atirador – Exército - QP - 4º Pelotão (mais tarde após promoção a 1º Sargento passou a Adjunto da Companhia, terminou a sua carreira como Sargento Ajudante)
1ºSargento 61089857 Luís Marques Pereira da Conceição (preencheu, em Sautar, a vaga deixada pela saída do 1ª Sargento Victor Gomes)
2ºSargento 50469211 José Luís Catarino - Atirador – Exército - QP - 2º Pelotão - terminou a sua carreira como Sargento Ajudante (faleceu em 1Jun2012)
Furriel Mil 00341769 Joaquim António Fernandes Alvelos - Atirador - Minas e armadilhas - 1ºPelotão
Furriel Mil 00450069 Manuel Carvalho Miranda – Atirador - 3ºPelotão (faleceu em 24Jul2016)
Furriel Mil 01360767 António Pedro Bilreiro Antunes - Atirador - 1ºPelotão (só esteve 2 meses na Companhia)
Furriel Mil 02083469 António José da Costa Resende - Atirador - Minas e Armadilhas) - 3ºPelotão
Furriel Mil 02727269 Alceu de Jesus Rodrigues – Atirador - 1ºPelotão
Furriel Mil 04813069 Próspero Manuel Almeida F. Neves - Atirador - Operações Especiais - 3ºPelotão
Furriel Mil 08309668 José Joaquim das Neves Galrito - Atirador - Minas e Armadilhas - 2ºPelotão
Furriel Mil 10289868 José Cândido Pereira de Castro – Atirador - 4ºPelotão
Furriel Mil 10752368 Victor Manuel da Costa Félix – Atirador - 2ºPelotão
Furriel Mil 10860568 António Nascimento Afonso Cordeiro-Atirador - 4ºPelotão
Furriel Mil 11851668 Agnelo da Cunha Mendes - Armas Pesadas - 1ºPelotão-(até Ago70)
Furriel Mil 192218870 Alfredo Manuel Carvalho Barros - Armas pesadas-1ºPelotão (substituiu o Furriel Mendes) - (faleceu em 21Jun2016)
Furriel Mil 06305868 Mário do Couto Monteiro – Transmissões Inf
Furriel Mil 08216767 Victor Manuel Pereira Gonçalves - Mecânico Auto
Furriel Mil 12221568 Victor José Freitas Fadigas - Vaguemestre
Furriel Mil 18266468 Armindo Gil Alves - Enfermeiro

PRAÇAS
1º Cabo 16005769 Eduardo Cabral Matos – Atirador - 1ºPelotão
1º Cabo 16599969 Antonino Martins da Silveira – Atirador - 1ºPelotão (faleceu, Pico)
1º Cabo 17121469 Raúl Manuel Lima – Atirador - 1ºPelotão (faleceu em Sacramento, Califórnia, EUA em 13Dez2019 - era do Pico)
1º Cabo 17645969 Manuel Henrique Lemos da Costa – Atirador - 2ºPelotão
1º Cabo 17724969 Almerindo da Conceição Fernandes – Atirador - 2ºPelotão
1º Cabo 17785269 António Raulino Peixoto – Atirador - 2ºPelotão (faleceu nos EUA em Jul2018, era do Pico)
1º Cabo 17952269 Manuel Ubaldo dos Santos – Atirador - 2ºPelotão (faleceu na Terceira em Fev2017)
1º Cabo 18491369 Manuel Eduardo de Oliveira Quaresma – Atirador-3ºPelotão
1º Cabo 18585169 José Fernando da Silva Bizarro – Atirador - 3ºPelotão
1º Cabo 18697769 João Constantino Nunes de Sousa – Atirador - 3ºPelotão
1º Cabo 18775669 João Nogueira Ponceano – Atirador - 3ºPelotão
1º Cabo 18873269 Fernando Alvernaz da Silveira – Atirador - 3ºPelotão
1º Cabo 19197269 Edgar José Oliveira da Silva – Atirador - 3ºPelotão
1º Cabo 19208669 João Mário Espínola da Costa – Atirador - 4ºPelotão
1º Cabo 19569769 António Manuel da Silva - Atirador - 4ºPelotão
1º Cabo 19584369 João Fernando da Rosa - Atirador - 2ºPelotão
1º Cabo 19702869 José Eduardo da Silva Martins – Atirador - 4ºPelotão
1º Cabo 19789569 José Dionísio Pereira Picanço – Atirador - 4ºPelotão
1º Cabo 19894969 Ildeberto Soares Pereira – Atirador - 4ºPelotão
1º Cabo 19913269 José Mateus da Silva Alves – Atirador - 4ºPelotão
1º Cabo 09643469 José Avelar Noia - Armas Pesadas - 2º Pelotão
1º Cabo 16648069 José Carlos Moules da Rocha - Armas Pesadas - 1º Pelotão 
1º Cabo 17091569 José António da Silva Gonçalves - Armas Pesadas – 1º Pelotão - (faleceu em Ponta Delgada em Jan2012)
1º Cabo 00922269 José Francisco Grilo Negas - Enfermeiro
1º Cabo 10128869 Manuel Silva - Enfermeiro
1º Cabo 12935969 José de Jesus Cardoso – Enfermeiro
1º Cabo 14589469 José Armando Morais Braz - Corneteiro
1º Cabo 10187569 Eduardo Pereira Cairrão - Cozinheiro
1º Cabo 02140669 José Manuel Cardoso Tomaz - Escriturário
1º Cabo 05887669 José Marques Lourenço - Mecânico auto-rodas
1º Cabo 06759369 Francisco Barros Campos Castanheira - Mecânico auto-rodas
1º Cabo 04895869 Salvador da Costa Carvalho - Mecânico de Armas Ligeiras
1º Cabo 00741569 José Manuel da Costa Guimarães - Operador Cripto
1º Cabo 17344369 António Gonçalves Santos - Operador Cripto
1º Cabo 06993869 Arménio dos Santos Nogueira – Radiotelegrafista –
2º Pelotão
1º Cabo 13891169 Joaquim Pereira Coelho - Reabastecimento de material
1º Cabo 04463669 António Soares Gomes - Transmissões de Infantaria –
2º Pelotão

Soldado 05409469 Gilberto Torres Dâmaso – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 05714669 João Luís Rebelo de Sousa – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 05729469 João Domingues Correia Medeiros - Atirador - 1ºPelotão (faleceu em Bessa Monteiro, era de S. Miguel)
Soldado 05753069 Fernando Manuel Andrade dos Santos - Atirador - 2ºPelotão
Soldado 05753069 João Manuel Ventura Massa - Atirador - 1ºPelotão
 Soldado 06724069 José Braz Felisberto – Atirador - 1ºPelotão (veio em substituição individual)     
Soldado 09769369 Humberto Jorge Gomes da Silva – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 13441869 Adão Soares de Sousa – Atirador - 2ºPelotão (faleceu no Continente em Fev2005)
Soldado 15719869 José Maria Borges Toste – Atirador - 1ºPelotão (faleceu nos EUA em 2016, era da Terceira)
Soldado 15841969 Armando José de Serpa – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 15921869 Manuel Pereira de Mendonça – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 16313269 Manuel Paulo de Sousa – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 16416469 Paulo Jorge Baptista Simões Martins – Atirador-1ºPelotão  (faleceu em Angra)
Soldado 16429369 António Hernâni Soares – Atirador - 1ºPelotão (faleceu)
Soldado 16567369 Urbelo Fernando Leal Pereira – Atirador -1ºPelotão
Soldado 16620869 Eduardo Freitas da Rocha – Atirador - 1ºPelotão (faleceu em 23Ago2016, em Angra)
Soldado 16695169 David Sousa Correia Matos – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 16728369 José Manuel Martins da Costa – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 16866569 João Alexandre Costa Dias – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 16893669 Antero Eduardo da Silva Cardoso – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 17136669 Jorge de Ávila Freitas – Atirador - 1ºPelotão (faleceu)
  Soldado 17262169 Manuel Norberto dos Santos Brasil – Atirador - 1ºPelotão
    Soldado 17290769 José Luís Pacheco Viveiros – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 17352569 Jorge Manuel da Silva Ornelas – Atirador - 2ºPelotão
(faleceu, era do Faial)
Soldado 17479569 João Maria Lourenço – Atirador - 2ºPelotão (faleceu era das Flores)
Soldado 17612769 Vital Soares Marcelino – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 17740569 Francisco Borges Fagundes – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 17810769 João Daniel Veríssimo Severino – Atirador - 2ºPelotão
(faleceu no Canadá, era da Terceira)
Soldado 17881469 José Manuel Lobão Ortins – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 17825469 José Rodrigo Cota Dias – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 17858369 João Quitério Machado – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 17926169 Fernando Silva Dutra – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 18041769 José Norberto de Brum – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 18055769 Urbino Manuel Correia – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 18078469 Arnaldo Bernardo Garcia – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 18179269 João Inácio Vieira Fagundes – Atirador - 2ºPelotão (Faleceu no Canadá em 4Fev07, era da Terceira)
Soldado 18182169 António Godinho Gomes – Atirador - 2ºPelotão (Faleceu no Canadá, era da Terceira)
Soldado 18193769 José Alves Ferreira Cardoso – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 18330369 Elvino António Machado Inácio – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18404569 Altino de Serpa Ávila – Atirador - 3ºPelotão (faleceu em Março de 2017 no Pico)
Soldado 18450669 Pedro Cabral Machado – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18493869 Agnelo Lima da Rocha – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18548869 António Brasil dos Santos – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18577869 Victor Vidinha Alexandre – Atirador - 4ºPelotão (1970 ou 71 para Sautar)
Soldado 18585869 João Cipriano Bettencourt – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18605669 Pedro Rodrigues Ribeiro – Atirador - 3ºPelotão (faleceu em 2015, em S. Jorge)
Soldado 18620569 Nélio Fernandes dos Santos Martins – Atirador-3ºPelotão
Soldado 18632869 João de Sousa Simas Oliveira – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18647969 Domingos de Sousa Rodrigues – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18784669 Manuel Silveira Sequeira – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18821269 Domingos Palma Madeira – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 18895769 José Martins Plácido – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 18910769 Albino da Rocha Espínola – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 19042669 Urânio de Jesus Menezes de Sousa – Atirador - 2ºPelotão
Soldado 19060369 Fernando José da Silveira – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 19083769 Manuel Nélio Barcelos Oliveira – Atirador - 3ºPelotão
Soldado 19164669 José Augusto Pereira da Silva – Atirador - 4ºPelotão (faleceu em 24Nov2009 na Califórnia, nos EUA, era do Pico)
Soldado 19300169 Eduíno Amaral da Silva – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19400069 Francisco Guilherme de Sousa – Atirador - 1ºPelotão
Soldado 19469669 Manuel Xavier dos Santos Ferreira – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19504669 Manuel Tomaz Cavaco da Silva – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19599469 Manuel Lopes Martins – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19669769 António da Costa Teves de Oliveira – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19696269 José Martins Bettencourt Dias – Atirador - 4ºPelotão (faleceu em 9Mar2021, Stº Amaro, Velas, S. Jorge)
Soldado 19770769 José Pacheco da Rocha – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19782069 Humberto José Martins de Brito – Atirador - 4ºPelotão (faleceu, Vila Nova, Terceira)
Soldado 19800369 Manuel Adriano da Silveira – Atirador - 4ºPelotão (faleceu por volta de 2011, Topo, Calheta, S. Jorge) 
Soldado 19802269 Agostinho Freitas Coelho – Atirador - 4ºPelotão (faleceu em 20Mai2002, na Terceira)
Soldado 19863269 António de Freitas Vieira – Atirador - 4ºPelotão (faleceu nas Flores, em 2013)
Soldado 19873269 João Fernando dos Santos Silva – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 19951269 António Martins de Castro – Atirador - 4ºPelotão
Soldado 16776669 Carlos Alberto Faria de Vargas - Armas Pesadas - 3ºPel (Faleceu em Novembro de 1972 na Horta)
Soldado 16933069 João Norival Cota Enes - Armas Pesadas - 1ºPelotão (Faleceu nos EUA, em 24Out1998, em acidente com máquina agrícola, era da Terceira)
Soldado 16996169 António da Rocha Toste - Armas Pesadas – 1ºPelotão - (faleceu no Porto Judeu, Terceira)
Soldado 17007869 José Gabriel Martins Fontes - Armas Pesadas - 1ºPelotão
Soldado 17279569 Manuel Porfírio da Rosa - AP-apontador de metralhadora - 2ºPelotão (Faleceu no Pico)
Soldado 17355269 José Pires Cardoso Leal - Armas Pesadas - 4ºPelotão
Soldado 03317469 José Maria Candeias - Condutor auto-rodas
Soldado 03347169 João José Fernandes Baptista - Condutor auto-rodas
Soldado 03386769 Edmundo da Encarnação Henrique - Condutor auto-rodas
Soldado 03392969 Gregório José da Paixão Águeda - Condutor auto-rodas (Faleceu no Algarve)
Soldado 03439969 Armando Salvador Jacob - Condutor auto-rodas
Soldado 03447669 Nicolau Martins Ferreira - Condutor auto-rodas (Faleceu em 2000)
Soldado 03460069 Norberto da Silva Martins - Condutor auto-rodas
Soldado 03472769 José Isidoro Pereira Pedro - Condutor auto-rodas
Soldado 03473669 Luís António Martins Torres - Condutor auto-rodas
Soldado 03475169 Manuel Torrado Ramos - Condutor auto-rodas
Soldado 03479769 José Carlos da Conceição Pinto - Condutor auto-rodas
Soldado 03483069 José Manuel Felício Relvas - Condutor auto-rodas
Soldado 03493169 António Pedro Conceição Velhinho - Condutor auto-rodas
Soldado 04116669 João Francisco Cruz Rosendo - Condutor auto-rodas (Faleceu em Bessa Monteiro)
Soldado 04669569 José Maria Mendes de Almeida - Condutor auto-rodas
Soldado 05127869 José Maia da Silva - Condutor auto-rodas (Faleceu em 27Ago2012) 
Soldado 06049869 Manuel Gomes da Silva - Corneteiro
Soldado 06864869 Jerónimo de Ascenção dos Santos - Corneteiro
Soldado 04498969 António Marques Lopes - Cozinheiro
Soldado 10067269 José Bettencourt Pereira - Auxiliar de Cozinheiro
Soldado 13372369 Renaldo Manuel Simas - Auxiliar de Cozinheiro
Soldado 01045269 Manuel Mesquita das Neves - Mecânico auto-rodas
Soldado 07420669 José Henriques da Costa - Radiotelegrafista
Soldado 07947269 José Lobo Fernandes – Radiotelegrafista - 4ºPelotão (Faleceu em 2Fev2021)
Soldado 09817069 José de Jesus Maria - Trm de Infantaria-1ºPelotão
Soldado 10617569 Manuel Armando Lourenço - Trm de Infantaria - 3ºPelotão
Soldado 11831569 Artur Teixeira Preto - Trm de Infantaria (não chegou a embarcar)
Soldado 01523169 Manuel Jorge Reis Salvaterra - Trm de Infantaria
Soldado 11341069 Fernando Almeida Tavares Silva - Trm de Infantaria - 3ºPelotão
Soldado 16413868 Manuel da Cruz e Castro - Básico
Soldado 18428969 José Dias Alves Ferreira - Básico

(actualizado em 12.02.2021)